SOBRE     |     FALE CONOSCO

GERAL

Meu velho pai. Perdi meu herói

POSTADO EM 04/02/2018 07:59:00 POR: VNOTÍCIA/Paulo Noel

De bicicleta quando se aproximava de casa assoviando um dobrado, sem dúvidas era meu pai que estava chegando. Paulo Berto, ou Paulo Noel Berto, meu pai, meu velho pai. Ele fez a passagem na manhã deste domingo, 4 de fevereiro, dia do aniversário de dois de seus filhos e de um dos netos. Quatro de fevereiro de 2018, com 89 anos de vida, ele partiu. Quis o destino que estive lá ao seu lado, junto com minha irmã Neide, na Santa Casa de SJB. Cheguei por volta das 5 horas. Acho que estava com mau pressentimento. Como dói a perda de um herói. Já chorei muito.

 

Agora estou aqui prestando uma homenagem a um grande homem. Pai de nove filhos, dezenas de netos e bisnetos. Morre aos 89 anos o homem que, em vida, só fez o bem. Foi um exemplo de ética e honestidade. Um pedaço de lápis ou borracha escolar que chegavam em casa num velho estojo que não fossem nosso, ele dizia: “Voltem ao colégio e devolvam”.

 

 

Assim era ele. Na pracinha de São João, com minha saudosa mãe Eunice, ele se orgulhava da esposa e mãe guerreira. Fazia pose com seu uniforme da banda União dos Operários de SJB, onde tocava clarinete. Descanse em paz.  Ainda poderíamos conviver com você por mais um tempo. Mas, a vida é assim. Até o nosso reencontro. De seu filho, Paulo Noel.  

Leia mais em GERAL