SOBRE     |     FALE CONOSCO

GERAL

Ouriço Cacheiro é resgatado na Praia de Guaxindiba

Animal silvestre estava no alto de um poste de energia elétrica

POSTADO EM 04/07/2018 13:04:00 POR: VNOTÍCIA

Um ouriço cacheiro foi resgatado no início da tarde desta quarta-feira, 04, na Praia de Guaxindiba, em São Francisco de Itabapoana, por técnicos da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e integrantes da Guarda Civil Municipal.

 

O animal silvestre apareceu durante a manhã em frente a uma casa em construção e subiu em um poste da rede elétrica. O morador de Guaxindiba Janderson, preocupado em o animal levar uma descarga elétrica, entrou em contato com o VNOTÍCIA. Em seguida o Meio Ambiente e a GCM foram informados e enviaram equipes ao local.

 

O animal aparentemente está sadio, mas será avaliado pela equipe da Estação Ecológica de guaxindiba, e, se realmente estiver bem, será solto na natureza. Essa espécie tem aparecido em áreas urbanas de São Francisco de Itabapoana, relembre aqui três casos.

 

Segundo o secretário municipal de Meio Ambiente e Defesa Civil, Ilzomar Soares, após esse resgate, as equipes foram deslocadas para fazer outro resgate entre os Bairros de Macuco e Ariticum de duas jiboias.

 

Segundo o site Wikipédia, os ouriços são facilmente reconhecíveis pelos seus espinhos, que revestem todo o corpo exceto no rosto e no ventre. O ouriço-cacheiro tem cerca de seis mil espinhos aguçados e com cerca de 2 a 3 centímetros, que cobrem o dorso e os flancos do seu corpo. Os espinhos são pelos modificados cuja mobilidade é controlada pelos músculos. Os espinhos são eriçados, de cor castanha, com tonalidades mais ou menos escuras, porém o pelo da barriga é esbranquiçado.

 

Quando se sente ameaçado, o ouriço-cacheiro enrola-se sobre si próprio, ocultando as partes desprotegidas do seu corpo, como o ventre, os membros e a cabeça, transformando-se numa “bola com picos”, bastante difícil de penetrar. A cabeça distingue-se facilmente do resto do corpo, os olhos são grandes, as orelhas são relativamente pequenas e possui uma cauda rudimentar.

 

Leia mais em GERAL