SOBRE     |     FALE CONOSCO

POLÍTICA

Bolsonaro passa por cirurgia de emergência

Filho diz que Bolsonaro passa bem e que é forte como um cavalo

POSTADO EM 12/09/2018 23:46:00 POR: VNOTÍCIA
Foto: Facebook
Foto: Facebook

Após ser submetido a uma cirurgia, o candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, “teve uma noite delicada”, mas “100% contornada”.

 

O relato foi postado nas redes sociais, nas primeiras horas de hoje (13), pelo vereador Carlos Bolsonaro (PSL), filho do candidato. Segundo ele, o pai é forte como um cavalo.

 

 

O candidato à presidência Jair Bolsonaro, do PSL, passou por cirurgia por volta das 23 horas desta quarta-feira, para tratar uma aderência que obstruiu  seu intestino delgado, segundo boletim médico divulgado pelo Hospital Albert Einstein, onde está internado desde o último sábado, dia 7.

 

Bolsonaro "evoluiu agora com distensão abdominal progressiva e náuseas, foi submetido a uma tomografia de abdômen". O exame mostrou a presença da obstrução e a indicação foi o tratamento cirúrgico.

 

Os médicos decidiram pela operação quando ficou claro que o quadro evoluiu para uma obstrução completa do intestino delgado ou para o risco de necrose de partes do órgão. São decorrências comuns em casos assim, e graves.

 

Segundo Gustavo Bebiano, presidente do PSL e advogado de Bolsonaro, a cirurgia, que começou por volta das 23h, durou cerca de 1 h. O procedimento foi considerado delicado porque Bolsonaro teve  que passar por uma nova anestesia geral em um momento em que ainda se encontra debilitado.

 

O capitão não passou bem à noite, teve náuseas, chegou a vomitar, teve muita distensão abdominal. Passou 24 horas agonizando. “Pelo que entendi, duas alças do intestino colaram e obstruíram a região”, disse.

 

Segundo Bebiano, a família está preocupadíssima. “A mulher dele, Michelle, já tinha ido embora e voltou às pressas. Estamos eu, o filho Carlos e a mulher dele”.

 

Flavio Bolsonaro (PSL) filho do deputado usou as redes sociais para se pronunciar sobre o estado de saúde do pai e pediu orações.

 

 

 

Fontes: Agência Brasil e Folha de S. Paulo.

 

Leia mais em POLÍTICA