SOBRE     |     FALE CONOSCO

GERAL

Vale compra controle da Ferrous e pode se tornar concorrente do Porto Central no Sul do ES

POSTADO EM 07/12/2018 12:59:00 POR: VNOTÍCIA
Ferrous é dona de uma grande área em Presidente Kennedy (Foto: Arquivo VNOTÍCIA)
Ferrous é dona de uma grande área em Presidente Kennedy (Foto: Arquivo VNOTÍCIA)

 

O grupo americano Icahn Enterprises que controla a empresa de mineração Ferrous Resources Limited, anunciou nesta quarta-feira (5) a venda de sua participação de 77% para a Vale. O valor da aquisição é de US$ 550 milhões - em reais 2,1 bilhões.

 

Com sede em Belo Horizonte, a Ferrous Resources do Brasil foi fundada em 2007 e possui cinco minas na região do Quadrilátero Ferrífero, em Minas Gerais. A Ferrous possui também operação na Bahia e uma grande área de terra em Presidente Kennedy , região sul do Espírito Santo.

 

Segundo a Icahn, a transação deve ser concluída em 2019, sujeita ao recebimento de aprovação antitruste no Brasil. A transação não está sujeita a due diligence (processo de investigação que acontece antes da concretização de um negócio).

 

Vale, concorrente do Porto Central

 

Uma vertente que aparece com essa operação é uma possível concorrência da Vale com o Porto Central em terras kennedenses, uma vez que, ambas companhias possuem agora área considerável de terras em Presidente Kennedy, justamente na região estratégica de instalação do Porto Central.

 

A Vale esbarra em uma pressão popular há anos para se retirar de Vitória por conta da poluição que ela gera com pó de minério em toda grande Vitória. No longo prazo se cogita a saída da Vale da região, e agora, com a compra da Ferrous, a área em Presidente Kennedy se torna uma opção plausível de sua instalação e operação.

 

Ainda não dá pra ter uma avaliação se essa instalação seria positiva pra ambas empresas, ou se uma poderá "amarrar" as pretensões da outra, mas o que se sabe é que, além da notícia de controle da Ferrous, uma ferrovia construída pela Vale - EF-118, ligando Vitória a Presidente Kennedy, seria um grande impulso para um porto da Vale em terras kennedenses.

 

Com a EF-118 e um porto próprio na Região Sul, a Vale conseguiria escoar toda a sua produção de minério gerada em Minas Gerais para o exterior.

 

Agora é aguardar os próximos passos da Vale. O que podemos afirmar é que a Vale é uma gigante com valor de mercado em torno de R$ 305 bilhões. Não é à toa que é a maior do mundo no setor.

 

Fonte: Fábio Jordão (Kennedy em Dia)

 

 

Leia mais em GERAL