SOBRE     |     FALE CONOSCO

POLÍTICA

Prefeita de Presidente Kennedy é presa na Operação Rubi

POSTADO EM 09/05/2019 07:56:00 POR: VNOTÍCIA
Foto: Geizy Gomes
Foto: Geizy Gomes

 

A prefeita de Presidente Kenedy, Amanda Quinta (PSDB), foi presa nesta quarta-feira (08/05) durante a Operação Rubi, deflagrada pelo Ministério Público Estadual (MP-ES ) com apoio da Polícia Militar.

 

A prefeita não estava entre os alvos dos mandados de prisão temporária expedidos no âmbito da Rubi, mas agentes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), ao cumprirem mandado de busca e apreensão na casa da prefeita, depararam-se com a realização de uma reunião e uma quantidade razoável de dinheiro. A prefeita Amanda foi presa em flagrante.

 

Um dos promotores do GAECO contou a reportagem da Gazeta online do ES, que um dos investigados realizou um saque no valor de R$30 mi. Esse dinheiro foi localizado dentro de uma mochila. Além dessa pessoa – um empresário -, a prefeita e agentes públicos, que não eram alvo da investigação, participavam da reunião.

 

No local, também foi apreendido mais dinheiro, mas o valor não foi divulgado. Há indícios de que o montante seria usado para pagamento de vantagens indevidas.

 

Na casa da prefeita Amanda, também foram apreendidas duas armas sem registro, que pertencem ao noivo dela. Os dois foram levados para a delegacia de Itapemirim (ES) por volta das 21h30.

 

A operação Rubi vai muito além de Presidente Kennedy. De acordo com o MP-ES, o objetivo é desarticular e colher provas relativas à atuação de uma organização criminosa constituída para lesar os cofres públicos, também, nos municípios de Marataízes, Jaguaré e Piúma por possível direcionamento em favor de pessoas jurídicas contratadas, pagamento de vantagem indevida a agentes públicos e superfaturamento de contratos administrativos de prestação de serviço público.

 

Foram expedidos 5 mandados de prisão temporária, 5 de mandados de afastamento funcional de agentes públicos e 11 mandados de proibição de acesso às dependências de órgãos públicos.

 

O objetivo também era de cumprir 25 mandados de busca e apreensão pelos agentes do GAECO, sendo 9 em Presidente Kennedy, 5 em Marataízes, 2 em Jaguaré, 1 em Piúma, 1 em Cachoeiro de Itapemirim, 1 em Linhares, 1 em Jerônimo Monteiro, 2 na Grande Vitória e 2 no Rio de Janeiro, emitidos pelo Juízo da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo.

 

Procurada, a assessoria de comunicação da prefeitura de Presidente Kennedy informou que acompanhava a operação e iria se manifestar posteriormente. A reportagem da Gazeta Online não conseguiu contato com os advogados de Amanda Quinta.

 

Fonte: Gazeta Online ES

 

 

 

 

Leia mais em POLÍTICA