ESRJ Fale Conosco Anuncie Quarta-feira, 19 de janeiro de 2022
Notícias / RJ / Sao Francisco de Itabapoana

Cidades

Farinha de mandioca de SFI aprovada na 1ª etapa para obter selo de Indicação Geográfica

03/12/2021 às 11h19 | Atualizado: 03/12/2021 às 11h26

 

São Francisco de Itabapoana (SFI) obteve aprovação na primeira etapa para a obtenção do registro de Indicação Geográfica (IG) da farinha de mandioca produzida no município. A IG é atribuída a produtos ou serviços característicos do seu local de origem, conferindo-lhes reputação, valor inerente e identidade própria, diferenciando-os em relação aos seus similares disponíveis no mercado.

 

A primeira etapa é a fase de análise documental e significa que o projeto atendeu os requisitos mínimos para passar à fase seguinte. Já na segunda avaliação, uma comissão do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) realizarão a análise do mérito do projeto. Haverá ainda um amplo estudo sobre a farinha para garantir a IG.

 

A Secretaria Municipal de Agricultura, através do titular da pasta, Enaldo Barreto, e do subsecretário Daniel Abílio, vem promovendo reuniões desde o início do ano, visando obter o selo IG da farinha de mandioca. Os encontros tiveram a participação de representantes do Sebrae, Instituto Federal Fluminense (IFF), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e dos produtores de farinha do município.

 

Segundo o coordenador de Extensão no Campus Avançado Cambuci do IFF, professor de Agroecologia Ricardo Tadeu Galvão Pereira, a IG proporciona o benefício do reconhecimento de qualidade diferenciada, trazendo para os produtores a possibilidade de comercializar o produto com valor agregado e também para o consumidor, que terá a garantia de uma farinha com a qualidade esperada.

 

“Gostaria de destacar que este é o primeiro passo. O reconhecimento da IG vai passar pelo amplo debate com os produtores, em especial da Associação dos Produtores de Mandioca e Fabricantes de Farinha de Mandioca de Travessão de Barra e demais atores da cadeia produtiva sobre as possibilidades que a Indicação Geográfica poderá proporcionar”, ressaltou o coordenador.

 

A prefeita Francimara Barbosa Lemos está otimista na obtenção do selo de IG. “Já sabemos da qualidade da farinha de mandioca produzida em SFI, mas a partir do reconhecimento oficial com o registro de Indicação Geográfica, nosso produto terá um valor comercial ainda maior, ganhando destaque em todo o país e se diferenciando dos demais concorrentes”, destacou Francimara.

 

Fonte: ASCOM SFI

 

 

Últimas

+
BUSCAR POR DATA
DESENVOLVIDO POR JEAN MORAES