ESRJ Fale Conosco Anuncie Sábado, 08 de maio de 2021
Notícias / RJ / Sao Francisco de Itabapoana

Cidades

Municípios recebem novo repasse de vacinas contra a Covid-19 com maior quantidade da Astrazeneca

02/05/2021 às 16h56

Helicóptero do Estado pousou no Aeroporto Bartolomeu Lisandro na manhã deste domingo, 02

 

Os municípios do Norte Fluminense receberam na manhã deste domingo, 02, no Aeroporto Bartolomeu Lizandro, mais uma remessa das vacinas contra a Covid-19. A maior quantidade recebida foi do imunizante da Astrazeneca/Oxford, produzido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz); enquanto o repasse da CoronaVac, produzido pelo Instituto Butantan, foi pequeno.

 

Campos dos Goytacazes recebeu a maior quantidade dentre as cidades da região: 17.190 doses, sendo 1.470 doses da Coronavac para aplicação de 2ª dose e 15.720 da AstraZeneca.

 

São Francisco de Itabapoana recebeu 1.470 doses, sendo 120 doses da CoronaVac e 1.350 da Astrazeneca. São João da Barra recebeu 1.480 doses, das quais 120 são da CoronaVac e 1.360 da Astrazeneca

 

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) fez neste fim de semana a entrega de 649.980 doses aos 92 municípios do estado. Dessas, 54.160 são de CorovaVac e 595.820 de Oxford/Astrazeneca.

Para os municípios do interior a distribuição contou com o apoio de seis helicópteros, sendo uma da SES, uma do Governo do Estado, uma do Corpo de Bombeiros, uma da Polícia Militar e duas da Polícia Civil. As aeronaves partem do Grupamento Aeromóvel da PM e do 12º Batalhão de Polícia Militar, em Niterói.

 

Orientações aos municípios

 

Segundo a SES, todas as doses de CoronaVac entregues são indicadas para administração da segunda dose do esquema vacinal. Só deverão utilizar este imunizante como primeira dose os municípios que não tiverem a segunda aplicação em atraso ou com reserva para cumprir o calendário de vacinação, é o caso de São Francisco de Itabaopoana, que manteve estocados os imunizantes para segunda dose.

 

As vacinas Oxford/Astrazeneca são para administração da primeira dose no grupo que inclui as Forças de Segurança e Salvamento e as Forças Armadas; pessoas com comorbidades, incluindo as gestantes e puérperas que façam parte deste grupo; e pessoas com deficiências permanentes.

 

Em reunião com a direção do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems), a Subsecretaria de Vigilância em Saúde (SVS) da SES solicitou aos municípios um levantamento das segundas doses de CoronaVac que estão atrasadas. O objetivo é que as próximas remessas desta vacina enviadas pelo Ministério da Saúde ao estado sejam distribuídas aos municípios para segunda aplicação do esquema vacinal, até que a imunização de todas as cidades fique em dia. 

 

 

Últimas

+
BUSCAR POR DATA
DESENVOLVIDO POR JEAN MORAES