ESRJ Fale Conosco Anuncie Quinta-feira, 21 de outubro de 2021
Notícias / ES / Presidente Kennedy

Polícia

Vereador de Presidente Kennedy assassinado a tiros na noite desta quinta-feira

Carro em que estava Marquinhos da Cooperativa foi interceptado em estrada municipal. Polícia Civil investiga possível tentativa de roubo, mas não descarta outras possibilidades. Mulher e amigo do vereador ficaram feridos na ação.

28/05/2021 às 08h19 | Atualizado: 28/05/2021 às 08h26

Após ser baleado, o vereador perdeu o controle do carro, que caiu em uma ribanceira

 

O vereador de Presidente Kennedy, Marcos Augusto Costalonga de 49 anos, mais conhecido como Marquinhos da Cooperativa, foi morto a tiros na noite desta quinta-feira (27) por volta de 23 horas.

 

Segundo informações, o vereador seguia da comunidade de Leonel para a sua residência no centro de Presidente Kennedy por uma rodovia municipal, quando bandidos armados interceptaram seu veículo, uma Toytota Hilux. Contra o carro conduzido por Marquinhos foram disparados diversos tiros. No veículo estava sua esposa e mais um homem.

 

Segundo as testemunhas, um carro HB 20 de cor prata foi usado pelos bandidos na tentativa de roubo e para alvejar o automóvel do vereador. Pelo menos quatro homens teriam participado da ação.

 

Baleado, o vereador, que dirigia o veículo, morreu na hora. Após os tiros o carro ficou desgovernado e caiu numa ribanceira de cerca de três metros. Os suspeitos fugiram sem levar nada.

 

A Polícia Militar foi chamada e acionou de imediato ambulâncias para prestaram socorro à esposa e ao homem que estava na companhia do casal. A mulher do vereador foi baleada, mas não corre risco de morte, enquanto o homem sofreu ferimentos após o carro despencar ribanceira abaixo. As vítimas foram socorridas e levadas para a Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro.

 

A perícia foi acionada e esteve no local. Foi constatado inicialmente pelo menos 10 disparos de arma de fogo calibre 9mm na lateral da Hilux, tendo um único tiro atigido as costas do vereador.

 

Agentes da Guarda Municipal, além da Polícia Militar fizeram rondas pela região, mas ainda não localizaram os suspeitos. A Polícia Civil trabalha como sendo tentativa de roubo, mas não descarta outros hipóteses.

 

Marquinhos da Cooperativa estava em seu primeiro mandato. Ele também era comerciante do ramo de veterinária e insumos agrícolas.

 

Com informações do Kennedy em Dia

  

Últimas

+
BUSCAR POR DATA
DESENVOLVIDO POR JEAN MORAES