ESRJ Fale Conosco Anuncie Terça-feira, 09 de agosto de 2022

Famosos

Giovanna Ewbank vira leoa ao defender os filhos e Bruno Gagliasso chama a polícia

01/08/2022 às 10h43

 

Titi e Bless, filhos de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso, se tornaram alvo de ataques racistas no sábado, 30 de julho, enquanto estavam com os pais em um restaurante refinado em Portugal. Imediatamente a apresentadora partiu pra cima da mulher que cometeu o ato.

 

Um vídeo que viralizou nas redes sociais mostra que uma mulher branca teria dito para “tirar aqueles pretos imundos dali”, referindo-se a Títi e Bless.

 

Logo aparece Giovanna soltando o verbo e detonando a mulher, enquanto Bruno Gagliasso, ao seu lado, não interfere na discussão. A famosa afirma que ela merecia “um soco na cara’.

 

“Racista nojenta. Filha de uma p***, isso que você é. Horrorosa, feia! Olha a sua cara! Eu tenho pena de você. Você merece um soco, você merece uma porrada na sua cara!’, disse Giovanna, enlouquecida de raiva.

 

BRUNO GAGLIASSO CHAMA A POLÍCIA E MULHER É DETIDA

 

Giovanna Ewbank registou o momento em que a mulher foi detida, que chegou logo que Bruno Gagliasso chamou para denunciar o crime de racismo.

Em nota, a assessoria do casal detalhou o ocorrido. Leia na íntegra:

 

“Comunicamos que os filhos do casal Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso foram vítimas de racismo no restaurante Clássico Beach Club, na Costa da Caparica, em Portugal, neste sábado, dia 30 de julho, onde a família passa férias.

 

Uma mulher branca, que passava na frente do restaurante, xingou, deliberadamente, não só Títi e Bless, mas também a uma família de turistas Angolanos que estavam no local – cerca de 15 pessoas negras. A criminosa pedia que eles saíssem do restaurante e voltassem para a África, entre outras absurdos proferidos às crianças, tais quais ‘pretos imundos’.

 

Confirmamos, conforme vídeos que já circulam no Brasil, que Giovanna reagiu e enfrentou a mulher, enquanto Bruno Gagliasso, seu marido, chamou a polícia. A mulher foi levada escoltada e presa.

 

Informamos ainda que Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank prestarão queixa contra a racista formalmente na delegacia portuguesa. A Trigo Casa de Comunicação lamenta as agressões sofridas por Títi, Bless e os turistas angolanos e apoia integralmente as ações tomadas por Giovanna e Bruno. Racismo é crime”.

 

Fonte: OFuxico

 

 

 

Últimas

+
BUSCAR POR DATA
DESENVOLVIDO POR JEAN MORAES