ESRJ Fale Conosco Anuncie Domingo, 28 de novembro de 2021
Notícias / RJ / Rio das Ostras

Polícia

Idoso investigado por estupro de vulnerável em Rio das Ostras é abordado pela PM em SFI

20/10/2021 às 18h11 | Atualizado: 20/10/2021 às 18h28

Caso é investigado na 128ª Delegacia Lega de Rio das Ostras

Um idoso de 67 anos, que está sendo investigado na cidade de Rio das Ostras por estupro de vulnerável contra uma menina de 13 anos, foi visto em São Francisco de Itabapoana, nesta quarta-feira, 20.

 

Após mensagens circularem nas redes sociais dando conta que o idoso estava em São Francisco de Itabapoana, a Polícia Militar ficou em alerta no município.

 

Segundo o comandante da 3ª Companhia, Tenente Tavares, realmente o idoso está pelas ruas do município, e foi abordado por uma guarnição da PM na localidade de Travessão de Barra.

 

Apesar de a Polícia Civil em Rio das Ostras ter representado na Justiça pedindo a prisão do acusado, a Justiça ainda não se manifestou. Portanto, no momento da abordagem, não havia mandado de prisão em aberto, tendo sido o idoso liberado.

 

Entenda o caso

 

Segundo informações da Polícia Civil, no último domingo (17), foi comunicada na 128ª Delegacia Legal de Rio das Ostras uma situação de estupro de vulnerável, envolvendo uma menor de 13 anos de idade no Mar do Norte em Rio das Ostras

 

Segundo o relato, o idoso era vizinho e conhecido da família e costumava pedir auxílio da menor para fazer propagandas de seus produtos na Internet, de forma que algumas vezes ela ia à residência dele, com autorização de sua genitora. Segundo a polícia, os abusos teriam começado com carícias, tendo evoluído para ato sexual seguido de ameaças caso a menor contasse a alguém.

 

Um vídeo que circula na internet, gravado por moradores, mostra o idoso em luta corporal com o pai da menina. Após o fato ele teria fugido por uma área de mata.

 

A menor foi ouvida na delegacia e encaminhada a exame de Corpo Delito. Ela teve sua roupa íntima que usava no domingo apreendida e encaminhada para perícia. O delegado Dr. Ronaldo Cavalcante, pediu autorização para quebra de sigilo telefônico do acusado, já que o aparelho foi apreendido na delegacia. O delegado ainda fez o pedido de prisão temporária contra Nelson Cecílio. O caso segue sendo investigado na 128ª Delegacia Legal.

 

Da redação do VNOTÍCIA com informações do Cidade 24 horas

 

Últimas

+
BUSCAR POR DATA
DESENVOLVIDO POR JEAN MORAES